26 de ago de 2010

INVESTIGAÇÃO REVELA QUE TRÁFICO ERA COMANDADO DENTRO DO PRESÍDIO DE PAU DOS FERROS


A assessoria de imprensa da Delegacia Geral de Polícia (Degepol) divulgou que a "Operação Stone" deflagrada pela Delegacia Regional de Pau dos Ferros, e que resultou na prisão de 35 traficantes na semana passada, revelou que o tráfico de drogas na região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte e divisa com o Ceará era comandando de dentro do Presídio de Pau dos Ferros. Os detentos tinham apoio de familiares, a quem eram incumbidas às tarefas de esconder a droga, venda, distribuição, cobrança e prestação de contas com os traficantes. A investigação desmantelou toda a cadeia do tráfico, prendendo os distribuidores e traficantes de pequeno e médio porte. Naa terça-feira, dia 24, a polícia apreendeu 11 celulares e 15 chips usados pelos acusados no presídio.No Rio Grande do Norte, a droga era destinada principalmente ao presidiário Joseílson Malvino da Silveira, o “Bebé do Lanche”.O detento, segundo as investigações, articula de dentro do Complexo Penal de Pau dos Ferros a compra e venda de drogas, sendo ajudado pela esposa, irmã e amigos. Quem estava preso contava com a colaboração de parentes. Os familiares acabam se envolvendo no comércio ilegal de drogas em decorrência da prisão do “dono da boca”. “Normalmente o chefe da família é preso e continua vendendo drogas com a colaboração da mulher. Isso envolve a família inteira. Temos um caso em que o traficante está preso, mas envolveu os pais, a mulher e um sobrinho”, disse um dos investigadores.
Fonte: F.Gomes
Do blog: Aí fica a interrogação, o quê a Direção do preídio está fazendo para combater tais fatos ilícitos, ou está dando uma de mãezinha para os apenados e familiares "dos coitadinhos", como é conhecida pelos apenados, na administração do complexo, se quer, faz uma revistas constantes. Isso sem contar com as constantes fugas que vêm acontecendo, mas, graças ao trabalho da PM de Pau dos Ferros-RN, que tem agido com competência e não chega a ser consumada totalmente, sendo recapturado logo em seguida, e nenhuma medida é tomada para pelo menos tentar minimizar o problema, conforme informações prestadas por profissionais que trabalham no complexo e não quiseram se idetificarem. Só este ano foram várias fugas. Fica o alerta para as autoridades competentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.