10 de nov de 2010

VACCAREZZA DEFENDE REAJUSTE SALARIAL PARA PARLAMENTARES

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), defendeu nesta terça-feira reajuste salarial para parlamentares. "Os deputados estão há quatro anos sem aumento", lembrou. "O ideal seria a definição do reajuste da uma legislatura para valer na outra, ou seja, definir o assunto ainda neste ano."

Atualmente, fora os recursos para contratação de pessoal no gabinete, auxílio-moradia e gastos como telefones e passagens aéreas, os deputados recebem R$ 16.512.

Conheça todas as verbas a que os deputados têm direito

Teto do funcionalismo
"Eu tenho dito, desde quando me elegi deputado federal, que o teto de salário para o funcionalismo público deveria ser o salário dos deputados e senadores porque esse é o poder mais fiscalizado, mais transparente", diz Vaccarezza.

Segundo ele, para que isso aconteça, a equiparação do vencimento dos deputados com o dos ministros do Supremo Tribunal Federal, que hoje recebem o teto do funcionalismo, poderia ser feita ao longo do tempo.

Ele é favorável ao fim do efeito cascata em caso de reajuste para os parlamentares do Congresso. Segundo ele, o aumento será aprovado - seja neste ano, seja no início da próxima legislatura, mas ainda não foi discutido nenhum valor ou percentual.

O líder do DEM, Paulo Bornhausen, faz questão de destacar que a oposição não está participando de nenhum debate sobre reajuste para os deputados e senadores. "Acho que é importante que o presidente da Casa, Michel Temer, convoque os líderes para que nós possamos discutir pauta da Câmara e questões como essa. Eu, como líder do Democratas, não tive a oportunidade de discutir o tema. Não tenho pré-opinião. Eu quero saber concretamente o que vai ser proposto".

Via: Agência Câmara
Fonte: Cabo Heronides

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.