9 de dez de 2010

PRESÍDIO DE SEGURANÇA MÁXIMA É INTERDITADO EM MOSSORÓ/RN

O presídio de Mossoró, um dos quatro estabelecimentos de segurança máxima do sistema penitenciário federal, está impedido de receber novos detentos há três meses por causa de problemas estruturais.
A ordem de interdição da penitenciária foi dada pelo juiz-corregedor Mário Azevedo Jambo, da Justiça Federal do Rio Grande do Norte, em relatório enviado ao Depen (Departamento Penitenciário Nacional) em setembro. Atualmente, o local só abriga 38 presos, apesar de possuir capacidade para 208.

Além das rachaduras, o presídio do Rio Grande do Norte não tem um abastecimento de água adequado.

Construído em um local árido e isolado do Estado, o prédio é abastecido por um presídio estadual, que transfere, via encanamento, água para a penitenciária.

O Ministério Público Federal pediu à direção do presídio que construísse um poço artesiano para resolver o problema, mas o projeto ainda está em desenvolvimento.

Via: Folha de S. Paulo
Fonte: GTC MOSSORÓ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.