21 de abr de 2011

CAMPANHA DO DESARMAMENTO SERÁ MAIS AMPLA E MENOS BUROCRÁTICA

O Ministério da Justiça anunciou que a campanha de desarmamento deste ano será mais ampla e menos burocrática. O objetivo é fazer com que mais armas sejam retiradas de circulação sem que pra isso seja preciso descobrir a origem. Neste ano, por exemplo, o cidadão que entregar um armamento não precisará se identificar.

A campanha terá início no dia seis de maio. Outra novidade é que vários pontos em todo Brasil deverão receber as armas, incluindo igrejas e ONGs. Na campanha de 2008, apenas a Polícia Federal poderia receber o material.

De acordo com o Ministério da Justiça, o ideal é que cada município brasileiro tenha pelo menos um ponto de entrega. Outra vantagem será o recebimento imediato do pagamento. Assim que entregar a arma, o cidadão receberá um documento que lhe dará o direito a sacar o dinheiro em qualquer agência bancária do Banco do Brasil ou em caixas eletrônicos.

Na campanha de 2008, era preciso aguardar o depósito por parte do Banco do Brasil. Os valores de indenização continuam os mesmos, variam de R$ 100 a R$ 300, dependendo do tipo de arma.

O Ministério da Justiça reservou R$ 10 milhões para o pagamento das indenizações. A campanha do desarmamento deverá se estender até o final do ano.
 
Fonte: nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.