18 de jun de 2011

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE MEDIDAS PARA REDUZIR VIOLÊNCIA EM MOSSORÓ

Os mais de 100 homicídios registrados pelo Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep), somente nesses primeiros seis meses de 2011, levou o vereador Daniel Gomes (PMDB) a apresentar requerimento à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Mossoró solicitando a realização de uma audiência pública para debater o assunto e encontrar soluções para o problema.

A audiência ocorreu nessa sexta-feira, 17, no plenário da Câmara Municipal de Mossoró, contou com a presença de representantes de todas as polícias que atuam em Mossoró, Justiça, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Guarda Civil Municipal, entre outros.


O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Aldair Rocha, que já havia se comprometido anteriormente a participar do encontro foi o primeiro a se pronunciar, afirmando que o governo do estado estará implantando novos projetos de segurança para reduzir a violência em Mossoró. Ele disse que mais 24 câmaras de segurança na cidade, além de aumento de efetivo, entre outras ações.

O vereador Francisco José Junior, presidente da Câmara Municipal de Mossoró, disse que o encontro deveria servir para que fossem apresentas propostas e projetos que visem a redução dos índices de violência em Mossoró. "Que existe insegurança e aumento da violência em Mossoró todos nós sabemos, o que precisamos fazer aqui hoje é apresentar soluções imediatas para reduzir a violência em nossa cidade. Temos que unir força em torno da apresentação de proposta que a curto e médio prazo possa reduzir a criminalidade em nossa cidade", disse o vereador.

Francisco José Junior destacou o fato da audiência de hoje contar com grande numero de representantes de diversos segmentos da sociedade, além da participação de todos os responsáveis pela segurança publica em Mossoró.

O deputado estadual Leonardo Nogueira e a deputada Larissa Rosado, também participaram do debate. O deputado do DEM destacou que ao longo do seu primeiro mandato e agora nesse inicio de mandato tem sempre se posicionado em favor da implantação de novas políticas publicas de combate a violência.

"Desde que assumimos o mandato de deputado em 2007 temos levanto questionamentos com relação ao aumento da violência e insegurança em nossa cidade. Por diversas vezes apresentamos requerimentos e fizemos pronunciamentos na Assembleia Legislativa apresentando para os governos anteriores a situação e o que poderia ser feito, mas nada foi feito e a violência só aumentou em Mossoró. Agora acredito que pela vontade política da governadora Rosalba Ciarlini e a disposição do secretário Aldair Rocha, nós vamos reduzir a violência em Mossoró e em todo o Estado", acrescentou.

Ele disse que a disposição da prefeita Fafá Rosado em unir forças com o Governo Estado, a disposição da Câmara Municipal e da AL em apoiar os projetos que possam ser desenvolvidos a curto e médio prazo vão dá resultados em pouco tempo.

O juiz Herval Sampaio Júnior, o secretário de Defesa Social do município, Antônio Alber Nóbrega, e o presidente da Guarda Civil do Município, Sargento Osnildo Morais, além do comandante do II Departamento de Polícia Rodoviária Estadual (DPRE), capitão Maximiliano Luiz Bezerra que também participaram da audiência destacaram o fato de que, pela primeira vez, estiveram reunidos todos os segmentos envolvidos com a segurança em Mossoró.

"Precisamos encontrar uma solução para esse problema que está afetando todas as famílias mossoroenses. E esse problema deve ser enfrentando por toda a sociedade, não podemos apresentar cuklpados, mas viabilizar soluções. Para isso, tem que haver uma ampla mobilização que envolva todos. Principalmente a população que muitas vezes é omissa e prejudica o trabalho da policia e do judiciário no combate a violência", disse o juiz Herval Sampaio.

Fonte: Correio da Tarde
Via: Cabo Heronides

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.