30 de nov de 2010

DEICOR PRENDE POLICIAL ACUSADO DE ASSASSINATO E TRÁFICO DE DROGAS

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira na Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social (Sesed), com as autoridades das polícias civil e militar foi confirmada a prisão do soldado Joniere Alves dos Santos, 31, e seu irmão Jonielson Alves dos Santos, 28, acusados do homicídio de Josenilson Batista de Almeida, 28, ocorrido no último dia 19 de junho em Macaíba.

O delegado da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), Márcio Delgado, que conduziu a investigação do caso, afirmou que Joniere que era lotado no 9º Batalhão da PM e estava na polícia há 10 anos. O policial havia sido denunciado pela vítima por extorsão e tentativa de homicídio, uma semana antes da morte de Josenilson. Mesmo após o crime, Joniere continuou trabalhando como policial normalmente.

“O inquérito apurou que o policial tinha envolvido com o comando do tráfico de drogas em Macaíba. Ainda estamos investigações três homicídios que teriam envolvimento do policial”, afirmou o delegado Márcio Delgado, outras 10 denúncias de extorsão e homicídio com a participação de Joniere Alves também teriam chegado a polícia.

A prisão de do policial Joniere Alves ocorreu por volta das 12h, em sua residência em Macaíba, junto com ele os policiais apreenderam dois capuzes, munições de fuzil e revólver, e ainda uma pistola .40. O policial foi reconhecido pelos familiares da vítima como autor do crime.

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel Araújo, o policial Joniere foi conduzido para o Itep-RN onde fez o exame de corpo de delito e seguiu para o Bope, na Zona Norte de Natal. O policial responderá criminalmente por homicídio qualificado e extorsão, além das punições administrativas da polícia militar.

CRIME
Josenilson Batista de Almeida, segundo a polícia, teria envolvimento com o tráfico de drogas em Macaíba e vinha sendo ameaçado pelo policial Joniere Alves dos Santos, tendo inclusive encaminhado denúncia contra o policial. No último dia 19 de junho, segundo apurou a polícia, Joniere e seu irmão Jonielson invadiram a casa da vítima e sem qualquer chance de defesa dispararam três tiros na cabeça de Josenilson. O motivo para o crime segundo o inquérito seria o tráfico de drogas em Macaíba.

Via: Diário de Natal
Fonte: Cabo Heronides

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.