30 de nov de 2010

Na tarde desta segunda-feira (29), o Centro Administrativo recebeu um grupo de suplentes do concurso da Polícia Militar de 2006, que aguarda a convocação para o quadro ainda em 2010. No protesto, carros, motos e suplentes promoveram um “apitaço” e um buzinaço” tentando chamar atenção para a nomeação de 1.476 novos policiais.

O membro da comissão de suplentes José Messias explicou que o governador Iberê Ferreira de Souza encaminhou um projeto de lei para a Assembleia Legislativa solicitando a prorrogação da convocação, assunto que seria responsabilidade do novo governo do Estado.

Para Rivalilton Santana, outro membro da comissão, “nós nos reunimos com a equipe de transição do governo hoje à tarde. Obery Rodrigues, chefe da equipe da nova governadora Rosalba Ciarlini, disse que aprovava totalmente a nossa convocação. Agora, nós queremos a nomeação, que obedece a uma necessidade atual da PM”, explicou.

Santana afirmou ainda que Iberê Ferreira decidiu pelo adiamento em virtude dos impedimentos da campanha política e, em seguida, motivada por uma autorização prévia do novo governo.
Foto: Artur Dantas
Concurso da PM foi realizado em 2006, mas os 1.476 suplentes não foram convocados.

“O governador explicou que seria um ‘constrangimento’ se houvesse a nomeação dos policiais sem o aval da nova gestão. Hoje, nós recebemos o sinal verde e agora queremos que seja cumprida a palavra dele”, encerrou Santana.

Antes das 18h, os suplentes pararam em frente a Governadoria para tentar uma nova reunião com o governador Iberê Ferreira de Souza, mas não haviam sido recebidos até o momento em que a equipe do Nominuto.com deixou o Centro Administrativo.


Na tarde desta segunda-feira (29), o Centro Administrativo recebeu um grupo de suplentes do concurso da Polícia Militar de 2006, que aguarda a convocação para o quadro ainda em 2010. No protesto, carros, motos e suplentes promoveram um “apitaço” e um buzinaço” tentando chamar atenção para a nomeação de 1.476 novos policiais.

O membro da comissão de suplentes José Messias explicou que o governador Iberê Ferreira de Souza encaminhou um projeto de lei para a Assembleia Legislativa solicitando a prorrogação da convocação, assunto que seria responsabilidade do novo governo do Estado.

Para Rivalilton Santana, outro membro da comissão, “nós nos reunimos com a equipe de transição do governo hoje à tarde. Obery Rodrigues, chefe da equipe da nova governadora Rosalba Ciarlini, disse que aprovava totalmente a nossa convocação. Agora, nós queremos a nomeação, que obedece a uma necessidade atual da PM”, explicou.

Santana afirmou ainda que Iberê Ferreira decidiu pelo adiamento em virtude dos impedimentos da campanha política e, em seguida, motivada por uma autorização prévia do novo governo.
 
O concurso da PM foi realizado em 2006, mas os 1.476 suplentes não foram convocados.

“O governador explicou que seria um ‘constrangimento’ se houvesse a nomeação dos policiais sem o aval da nova gestão. Hoje, nós recebemos o sinal verde e agora queremos que seja cumprida a palavra dele”, encerrou Santana.

Antes das 18h, os suplentes pararam em frente a Governadoria para tentar uma nova reunião com o governador Iberê Ferreira de Souza, mas não haviam sido recebidos até o momento em que a equipe do Nominuto.com deixou o Centro Administrativo.

Fonte: nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.