6 de dez de 2010

HOSPITAL DA POLÍCIA MILITAR, UM HOSPITAL QUE NÃO FUNCIONA

 
O funcionamento do hospital da policia militar é um absurdo, ao chegar no hospital para ser atendido fui bem recebido, mas recebi um aviso: “-Sente e aguarde, vai demorar umas duas horas para você ser atendido”. O interessante é que só tinha eu para ser atendido.

Esperei 50 minutos até a chegada do acadêmico, que passou uma medicação.

Veja a situação do HPM neste domingo:
  • O único médico de serviço, não podia ausentar-se da UTI.
  • O Oficial Médico de Serviço, era um tenente farmacêutico.
  • O serviço de emergência era atendido por um acadêmico.

O quadro de saúde da Polícia Militar é bastante extenso, com vários praças e Oficiais Médicos. E a administração deixa isto acontecer.

Se alguém chegar realmente precisando de uma urgência, esta pessoa vai morrer no HPM.

Em agosto foi comemora do os 47 anos de existência do HPM, e tiveram a coragem de divulgar que a unidade realiza um atendimento anual de mais de 5.300 internações hospitalares, 2.400 cirurgias, 40.000 exames laboratoriais. 3.600 ultra-sonografias e 5.000 exames de raios X.

A Polícia Militar tem um hospital próprio e seus integrantes preferem o plano de saúde. Seja Coronel ou Soldado. Então é melhor fechar. O correto seria que atendesse somente os policiais e bombeiros militares e seus dependentes, como funciona o exército, a marinha e a aeronáutica.

Fonte: Cabo Heronides.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.