10 de jul de 2011

ACONTECIMENTOS DA SEMANA

Em nota divulgada em seu blog, o Comandante Geral da PMRN, Cel. Araújo, discorre sobre os últimos acontecimentos da semana envolvendo membros da Polícia Militar deste estado e deixa sua mensagem a todos os policiais militares para que estes não pereçam e mantenham o orgulho de serem os profissionais que são, independentemente de acontecimentos isolados que venham a ocorrer ou mesmo que tenham sido cometidos por alguns profissionais (poucos, aliás, considerando que a PM conta com m contingente de aproximadamente dez mil homens na ativa).

Eis, na íntegra, o que diz o Comandante em seu blog: 


No início desta semana, o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte – por meio do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (NUCAP) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com o apoio da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PMRN) e dando cumprimento a Mandados Judiciais expedidos pela 11ª Vara Criminal da Comarca de Natal — Auditoria Militar, deflagrou a Operação Batalhão Mall, que culminou com a prisão de integrantes de nossa Corporação.

Segundo o Ministério Público Estadual, há suspeita da prática dos crimes de corrupção ativa, passiva e peculato contra a Administração Pública Militar, através de negociatas com pontos bases de viaturas e vendas do serviço policial, já que as investigações preliminares apontam a venda de escolta de transporte de valores e de vigilância, com o uso de viaturas, estrutura da PM e policiais em serviço, e também mediante apropriação de combustível extraído ilicitamente de viatura.

Considerando que alguns dos investigados têm ascendência funcional sobre testemunhas cujos depoimentos ainda não foram colhidos, o Ministério Público ressaltou que a decretação da prisão cautelar das pessoas, em tese envolvidas com os fatos antes mencionados, serviu para assegurar a instrução processual, ou seja, a produção de provas quanto à ocorrência dos ilícitos averiguados.

Na qualidade de homem público, de Coronel PM e, sobretudo, de Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, registro que a suspeita de envolvimento de policiais militares na prática dos delitos apurados, com a conseqüente exposição negativa da PMRN na mídia, deixam-me angustiado e triste. Tenho consciência que tais sentimentos são partilhados com todos os membros desta Corporação Castrense.

No entanto, tal desgaste institucional deve ser superado, uma vez não podemos permitir que a imagem da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte seja maculada por supostos desvios de conduta de alguns dos seus integrantes. Esse episódio não deve ser motivo para manchar as reputações de mais de dez mil homens e mulheres que pautam o comportamento pelos princípios constitucionais que regem a atuação da Administração Pública.

Reconheço que a PMRN, em especial as Unidades Administrativas localizadas no interior do Estado, sofre pelas limitações nas áreas administrativa e operacional, ocasionadas principalmente pela escassez de recursos. No entanto, alguns desses problemas podem ser amenizados mediante a realização de parcerias, firmadas dentro da mais estrita legalidade e visando à satisfação do interesse público.

Por fim, gostaria de conclamar a todos os Militares Estaduais, homens e mulheres honradas, que laboram diuturnamente do litoral ao sertão, nos 167 municípios do Estado, a refletir sobre os últimos acontecimentos e dizer-lhes que mantenham a moral elevada e o orgulho de pertencer à sesquicentenária Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte.

Fonte: cmtgeralpmrn.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.