6 de jul de 2011

"BATALHÃO MALL": MAIORIA DOS SOLDADOS FICOU EM SILÊNCIO NOS DEPOIMENTOS

Promotor Wendell Beetoven
Nem todos os policiais militares detidos durante a Operação Batalhão Mall quiseram se pronunciar em seus depoimentos aos promotores de Justiça. A informação foi confirmada pelo promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra, um dos que está nos trabalhos de investigação.

O promotor informou que “dos nove soldados, uns seis ou sete preferiram ficar em silêncio”. “Esta foi uma oportunidade que eles tiveram de mostrar a versão deles para o ocorrido”, disse. Segundo Beetoven, de todos os oficiais e praças presos na operação, o único ainda que não prestou depoimento foi o tenente-coronel Wellington Arcanjo de Moraes.

Os depoimentos já começaram desde as primeiras prisões realizadas na segunda-feira (4). Wendell Beetoven destacou também a apreensão dos documentos durante a operação e disse que a investigação agora se intensifica nos depoimentos e na análise da documentação encontrada.

Questionado se mais prisões poderiam ser realizadas, o promotor foi comedido e alegou que o momento é direcionado aos depoimentos e documentos da operação. Alguns destes datam de anos em que o comando do Batalhão era desempenhado por outros oficiais. Beetoven não descartou a possibilidade desses militares serem chamados a prestar depoimento.

Fonte: Nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.